Como usar o bem o 13º na compra de um carro novo - Parte 1

O 13º salário aquece o mercado e ofertas surgem por todo lado. Mas todo cuidado é pouco na hora de usar seu dinheiro extra para trocar de carro
Por Marcio Ishikawa | ilustração: Glauco Diógenes

A chegada do 13º salário deixa um dinheiro extra nas contas bancárias de muitos brasileiros - e boa parte deles opta por usá-lo para trocar de carro. Exatamente por isso, a movimentação no mercado de carros, novos e usados, aumenta muito nessa época do ano, fazendo pipocar ofertas e promoções supostamente irrecusáveis. Mas nem tudo que reluz é ouro. É preciso ter atenção para não ficar com um mico na mão ou mesmo jogar dinheiro fora.

O mercado de carros zero-quilômetro apresenta três situações nesta época do ano: modelos 2007/2007, 2007/2008 e 2008/2008. De acordo com Vitor Meizikas Filho, diretor técnico de pesquisas da Molicar, empresa especializada na pesquisa de preços e tendências no mercado automotivo, os modelos 2007 apresentam características peculiares que pedem muita atenção.

No caso de modelos 2007/2007, os lojistas costumam oferecer descontos para limpar os estoques. Mas, antes de se animar com o desconto, o consumidor deve pesquisar se o veículo escolhido não passará por uma reestilização no próximo ano. Caso isso aconteça, sua depreciação será grande e muito provavelmente não compensará o desconto oferecido.



Há ainda modelos que acabaram de sofrer alguma mudança e que por isso são vendidos com descontos maiores. É o que ocorre, por exemplo, com o Fiat Siena, que pode ser encontrado em São Paulo por um preço 15% menor que o de tabela.

No entanto, segundo Meizikas, é melhor não se empolgar demais: "Você comprou barato, mas também irá vender barato mais à frente", explica. "O negócio só vale a pena se o desconto chegar perto de 20%, para compensar a depreciação que certamente acontecerá."

Vale, ainda, a velha receita da pesquisa e negociação. O consultor de finanças Alexandre Lignos, da Consultoria IGF, lembra que os maiores interessados em limpar os estoques são os lojistas. "Os vendedores sempre vão dizer que há vários interessados ou que aquela é a última unidade disponível", diz. "Não caia nessa conversa. E a velha recomendação de pesquisar exaustivamente é mais atual do que nunca."

Em carros modelo 2007/2008, a regra é a mesma, mas vale atentar para dois outros fatores. Primeiro, em relação aos modelos 2008/2008, você terá uma pequena vantagem na hora de pagamento do IPVA do ano que vem, já que pagará o tributo de um modelo 2007, sempre mais em conta que os 2008.

Meizikas lembra que, nesse caso, os melhores negócios devem aparecer em janeiro. "Essa seria a recomendação que eu faria para as pessoas", disse. "Nesse período é possível encontrar muito mais oportunidades e um leque maior de ofertas." Se não encontrar nenhum negócio que se encaixe nas situações descritas, o analista da Molicar recomenda que o consumidor passe a pesquisar os modelos 2008/2008.
Tags: 13º automóvel carro dívidas economia gastos gratificação natalino planejamento salário veículo
Auf 22-05-2009 15:50 gepostet | 0  Kommentare | 0 als Favorit gewählt | 0 Zeiten wurden als unpassend markiert
 

 Kommentare

Einloggen um Kommentare zu schreiben Oder registrieren hier